domingo, 12 de abril de 2015

sobre te ver

hoje eu te vi
mesmo sem te ver de verdade
tamanha era a semelhança.
hoje eu tive certeza do quão triste seria te ver!
hoje eu percebi o quão embaraçoso seria nosso silêncio
e nossa conversa fiada, toda torta.
hoje eu entendi o quanto é triste não te ver
e quão triste seria te ver, enfim.
hoje também vi o quanto nós somos clichés
você é um protótipo de um monte de gente
eu também
você também deve me ver por aí
mesmo sem me ver de verdade
e seguimos assim,
vendo esses reflexos tão reais que até parecem verdade.

sei lá,
[ bem lá no fundo ]
foi bom te ver.

Nenhum comentário:

Postar um comentário