quinta-feira, 17 de abril de 2014

no meu calendário

nós poderíamos ser amigos
veja bem,
você me fazia rir
e gostava do meu riso
eu gostava das conversas de madrugada
dos segredos
e dos sonhos compartilhados
você me sabia
(como ninguém mais)
eu te sabia, 
apenas.
os dias, os meses, os anos passaram
você foi se perdendo de mim
e eu me perdi de você
os dias, os meses, os anos seguiram
fizeram de mim outra
que será que fizeram de ti?
não sei...
não mais te sei...
hoje 
olhando sua fotografia
percebo que talvez seja o mesmo
talvez eu seja a mesma
quanto tempo!
cinco anos ou mais...
que será que fizeram de ti?
veja bem,
nós poderíamos ser amigos

Um comentário:

  1. Acho que esse seu texto tem um pouco a ver com aquele meu post em formato de carta em que você deixou um comentário... talvez situações parecidas estejam fazendo parte de nossas vidas.
    É tão estranho isso que o tempo, as pessoas e a vida fazem com a gente... De repente algo que era não é mais; assim, quase sem querer. Adorei o texto :)
    Bjs

    ResponderExcluir