terça-feira, 5 de março de 2013

storm

Hoje percebi o quanto te machuquei nos últimos anos... Não vou pedir que compreenda tanta demora, não seria justo. Tenho vontade de te dizer tantas coisas, mas as frases não se formam com linearidade na minha cabeça. E também não sinto que deveria. A vida corre e escorre por entre o tiquetaquear do relógio. Apenas saiba que eu concordo com todas aquelas pessoas, todas elas tem razão. E a culpa é minha porque não desviei da rota quando entendi pra onde aquele barco nos levaria. Fiquei  inquieta quando percebi que você não me responderia mais, mas - ao mesmo tempo - satisfeita porque você entendeu (melhor do que eu) qual era o caminho certo a seguir. Então, fico aqui (de longe) torcendo pelo seu sucesso. E dizendo baixinho - como se fosse uma prece - o quanto desejo que seja feliz.

Ps. Jogue fora todas as outras cartas. Só essa importa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário